https://static.vigiadepreco.com.br/fa/3aa/63e2/9b06f/cb4941/no-image.png
Livro - Fracasso de Bilheteria: Três Ensaios Sobre a Circulação da Cultura no Brasil - Mario Kuperman

No primeiro ensaio, que dá título à obra, o autor foca em especial, a origem de alguns comportamentos incorporados aos hábitos culturais do brasileiro. Começa pelos preceitos importados do colonizador, em desarmonia com realidade brasileira, e que nos tornaram, já na origem, uma gente guiada de longe, incapaz de se enxergar, e chega até a cultura atual --, cultura essa em que a opinião pública substitui a razão individual --, ou melhor, a falta de acesso à cultura patrocinada pelo poder, a preservação da incultura, e a invasão da TV. No segundo, Olho nos olhos, o foco é o cinema e a nova cultura midiática. Aqui vamos, historicamente, da sutileza do olhar à brutalidade da exposição. Usando sua vasta experiência de diretor de documentários, o autor nos conduz, quadro a quadro, a ver. A visão como poderoso instrumento de revelação expõe a realidade de nossa cultura, de nossa identidade, de nosso cinema. Mas a imagem pode ser uma arma para induzir facilmente conceitos ricamente patrocinados por uma indústria milionária. Ainda assim, a informação visual, sobretudo a absorvida via documentário, exerce uma função importantíssima: a de permitir, a cada indivíduo, renovar a visão. No terceiro, Cultura e inclusão, também aborda o Brasil colônia e nossas raízes: a disseminação da cultura e os fatores que a ela se opõem. Questiona acima de tudo a falta de acesso da população ao cinema brasileiro, os mecanismos perversos que impedem que a informação atinja seus objetivos. Para eliminar o estigma colonial, sugere resgatar personalidades adormecidas para tornar viável a participação do enorme contingente de excluídos. E conclui: Dos bens duráveis há um que, por pertencer a todos, não se esvai. É a cultura: solo, lavoura e colheita de uma riqueza que é coletiva.

R$22.90

livro
fracasso
bilheteria
tres
ensaios
sobre
circulacao
cultura
brasil
mario
kuperman