https://static.vigiadepreco.com.br/fa/3aa/63e2/9b06f/cb4941/no-image.png
Donas Da Palavra, As: Gênero, Justiça E A Invenção Da Violência Doméstica Em Timor-leste

Resultado do arrojado projeto intelectual de Daniel Simião e de sua bem-sucedida parceria com Kelly Silva, As donas da palavra é um livro inagural. Daniel e Kelly, o primeiro casal de antropólogos brasileiros a fazer pesquisa de campo em Timor-Leste, chegaram ao pas em 2002, no momento em que ele se reinvenrtava como Estado Nacional, depois da experiência traumática de dominação indonésia. A escolha não podia ser mais acertada. Enquanto Kelly acompanhou a dinâmica da cooperação internacional pela via dos processos de edificação da administração do Estado, Daniel descortinou os projetos modernizadores das cooperações internacionais e sua recepção pela população local. Sustentados por categorias globalizadas de gênero e justiça, assentados na ideia da igualdade de direitos entre homens e mulheres, tonificados pela ideologia do individualismo, tais projetos colidiram com categorias e formas nativas de resolução de conflitos. A etnografia da vida social das categorias, de seus usos e tessituras simbólicas, enreda o leitor no achado maior do livro: a invenção da violência doméstica em Timor-Leste. Com isso, o autor realiza um duplo feito. Mostra como as classificações são inseparáveis das avaliações que fazemos sobre nossas vidas e a dos outros. Desvela como a dor, o insulto moral e a atribuição de algo como violência dependem de significados localizados. Se um dos problemas centrais da antropologia, no dizer de Marilyn Strathern, é como utilizar ideias e conceitos familiares para transmitir ideias e conceitos estrageiros, este livro é uma das melhores respostas a esse desafio.

R$47.52

donas
palavra
genero
justica
invencao
violencia
domestica
timor
leste