Quem esteve presente no início dos anos 2000 deve se lembrar muito bem do sonho de consumo de muita gente: o celular Motorola V3. Ele era um celular com flip que fez bastante sucesso na época. E depois de muita espera, ele está entre nós novamente, na verdade, o sucessor dele, uma versão muito melhor desenvolvida pela Motorola. Preparamos esse post para que você saiba tudo sobre o celular dobrável Motorola Razr, o novo V3.

A estrutura e o design, de fato, lembram bastante o modelo antigo do V3. Ele foi lançado em 2004 e teve uma estimativa de mais de 130 milhões de unidades vendidas. O design dele era fino e chamava bastante atenção, pois além das tradicionais cores prata e preto era possível encontrá-lo em tons de rosa, vermelho, dourado e outras cores. Para a nova geração, acostumada com displays grandes, fica até difícil de acreditar, mas a tela tinha resolução de apenas 176 x 220 pixels, uma câmera de 0,3 MP e memória de 5 MB.

Agora que você já relembrou as principais características do V3, ou conheceu, se você ainda não era nascido na época, chegou a hora de lidar com a nostalgia e conhecer detalhadamente o sucessor dele: o Motorola Razr, que foi lançado no Brasil em fevereiro deste ano.

Design

O design flip dele é sofisticado, fora dos padrões e realmente muito parecido com o antigo V3. Uma vantagem do design do Motorola Razr é ter a possibilidade de ficar compacto, caber na palma das mãos ou no bolso, e mesmo assim manter toda a inteligência que um smartphone moderno tem. É realmente uma aposta diferente e que chama bastante a atenção.

Tela

Assim como o modelo antigo, o Motorola Razr também tem um display com algumas informações quando o celular é fechado. Porém, a grande novidade é que dá para ver e responder mensagens, colocar músicas para tocar e tirar selfies através da tela interativa Quick View (externa).

A tela Flex View (interna) com tecnologia P-Oled possui 6.2” com resolução HD e tem proporção de 21:9, já a Quick View é de 2,7”. Um ponto bacana é que as duas telas, a interna e a externa, trabalham em sintonia. Então o que você começar na externa, passa para a tela interna assim que o aparelho é aberto.

Câmera

A câmera não é a principal qualidade desse modelo. Com vídeos gravados em 4K, a traseira é de 16 MP (que também pode ser usada para fazer selfies quando o celular está fechado) e a frontal de 5 MP. A câmera dele possui recurso Night Vision, que tira boas fotos mesmo com pouca luz no ambiente, e conta Inteligência Artificial integrada, que seleciona o modo ideal da câmera, analisa os rostos e tira foto automaticamente (sem toque) quando todos que estão na imagem estiverem sorrindo.

Processador e armazenamento

O processador dele é o octa-core Snapdragon 710, mas era esperando um processador mais potente, como em outros celulares considerados top de linha. Um exemplo é o Xiaomi Mi 9, que vem acompanhado por um processador Snapdragon 855 e tem um preço muito menor.

O smartphone da Motorola vem com 6 GB de RAM e possui um armazenamento de 128 GB de memória, sem possibilidade de expansão.

Preço

O preço dele é bastante salgado, ele não é daqueles celulares conhecidos especialmente por terem um bom custo-benefício. Em fevereiro, ele chegou ao Brasil no valor de R$ 9 mil, mas atualmente já é possível encontrá-lo em algumas lojas por cerca de R$ 6.500,00. Esse valor é muito perto do que é cobrado pelo Iphone 11 Pro e Iphone 11 Pro Max.

Demais especificações

A bateria dele é de 2.510 mAh, acompanhada de um carregador TurboPower, que promete um carregamento mais rápido para garantir horas de carga. Além disso, o modelo conta com fones de ouvido premium com sinal digital avançado, da Denon Audio.

Desvantagens

Como já dissemos, o preço é bem alto se for levado em consideração as especificações que ele oferece, outros celulares conseguem ser mais baratos e oferecem hardwares mais potentes;

– A memória de armazenamento dele não pode ser expandida. E, apesar de ter bastante espaço, algumas pessoas preferem deixar a possibilidade de armazenamento maior;

– As configurações são de celulares intermediários, o que justifica o preço é realmente a ideia de “ressuscitar” o design do antigo V3.

OUTROS LANÇAMENTOS

Se engana quem pensa que ele é o primeiro celular dobrável que chega ao Brasil recentemente. A Samsung e a Huawei também lançaram aparelhos com essa mesma pegada: o Galaxy Fold e o Galaxy Z Flip, da Samsung, e o Mate X, da Huawei.

Galaxy Fold

O Samsung Galaxy Fold foi lançado no início deste ano e chegou ao Brasil com um alto preço de R$ 12.999,00. Apesar disso, as configurações dele são bem melhores do que as que vimos no Motorola Razr. Ele vem equipado com um processador Snapdragon 855, 12 GB de memória RAM e 512 GB de armazenamento.

A tela do tipo Dynamic Amoled chega a ser bem grande quando ele está aberto: 7.3”, já quando ele é dobrado, a tela Super Amoled assume um tamanho de 4.6”. A bateria de 4.380 mAh também supera a do Motorola Razr.

O dispositivo conta com 6 câmeras: a câmera traseira tripla, de 16 MP + 12 MP + 12 MP, uma câmera dupla na parte interna de 10 MP + 8 MP, e a frontal com 10 MP. A gravação de vídeos dele é feita em 4K.

Galaxy Z Flip

Ele também começou a ser vendido nos primeiros meses deste ano aqui no Brasil, com um design super moderno e que não deixa a desejar. O Galaxy Z Flip chegou com um preço de R$ 8.999,00, mas atualmente é possível encontrá-lo por cerca de R$ 6 mil. O aparelho conta com bateria dupla, armazenamento de 256 GB, 8 GB de memória RAM, bateria de 3.300 mAh e um processador Snapdragon 855.https://vigiadepreco.com.br/embed/8806090461514

O aparelho vem acompanhado de uma câmera traseira dupla de 12 MP + 12 MP e uma câmera frontal de 10 MP, com gravação de vídeos em 4K. Quando está aberto, a tela ele possui um display de 6,7”, fechado, ele conta com uma pequena tela que exibe as notificações. Ele está disponível nas cores mirror black e mirror purple.

Mate X

O Mate X da Huawei tem uma aparência parecida com o Galaxy Fold, mas é um pouco maior. A tela com o aparelho aberto é de 8”, e com o display fechado fica com 6,6”, bem grande dos dois modos. O aparelho é aberto após um botão na parte traseira dele ser acionado.

A câmera do Mate X é quádrupla de 40 MP + 8 MP + 16 MP + ToF 3D, que promete mais precisão em reconhecimento facial e no modo retrato. Para tirar selfies, basta fechar o aparelho e usar as mesmas câmeras, os vídeos são feitos em 4K.

O processador que o acompanha é oHiSilicon Kirin 980, ele possui 8 GB de RAM, 512 GB de memória de armazenamento A bateria é de 4.500 mAh.

E aí, gostou do aparelho? Se você é daquelas pessoas que preferem os modelos mais dentro dos padrões, corre no Blog do Vigia de Preço e encontre artigos sobre diversos tipos de smartphones.