Faz tempo que o celular deixou de ser apenas um meio de comunicação, ele passou a ser ferramenta de trabalho e entretenimento de uma forma variada, seja para assistir séries, filmes e afins, como também jogar diversos jogos e a cada lançamento e suas configurações cada vez mais robustas o leque de oportunidades só cresce, mas com isso o valor também não fica para trás.

Bem, para começar a responder a pergunta do título, uma outra deve ser feita, acima de que valor você considera que um smartphone em geral seja caro? Imaginando a sua resposta para essa nossa pergunta, já adiantamos, não, não precisa ser caro, mas também é necessário que se tenha em mente que não se pode pedir configurações full a preço de um celular básico, mas dá sim para se ter um smartphone para jogar diversos, por um valor razoável.

Para te ajudar vamos fazer uma pequena lista com aparelhos que vão possibilitar que você jogue alguns jogos, mas outra ressalva deve ser feita, nenhum smartphone que iremos listar aqui será “gamer”, mas sim smartphones que lhe possibilitarão jogar alguns jogos mais legais e não apenas paciência/freecell, jogo da cobrinha, tetris…Vamos a lista.

LG K12 Prime

Vamos começar por esse modelo da linha K da LG, o LG K12 Prime foi lançado ano passado e é uma variação do K12 e K12 plus, custando cerca de R$1.000,00. Sua tela é uma IPS LCD de 6.26 polegadas com resolução de 1520×720 e 269 ppi de densidade de pixels, o que não é muita coisa se comparado com outros Smartphones.

A taxa de download não é das melhores, já que sua taxa máxima é de 300mbs e 150mbs de upload. A memória interna é de 64GB, mas ele suporta uma expansão de até incríveis 2TB, o que deixaria basicamente toda a memória para os aplicativos e suas atualizações.

Ele vem equipado com um processador da MediaTek o Helio P22 sendo 4x 2 GHz Cortex-A53 + 4x 1.5 GHz Cortex-A53, sua GPU é uma PowerVR GE8320. De memória RAM temos 3GB um bom conjunto de Hardware, que nas devidas proporções vai rodar seus jogos numa boa.

A bateria não agrada muito, são apenas 3500 mAh, nisso a depender do jogo podemos ter apenas umas 4 horas de jogo continuo. Mas é de jogo que estamos falando, então vamos ver como ele se saiu com alguns jogos de moderados a mais pesados. A taxa de estabilidade dele foi boa, variou de sempre acima dos 85%.

Em jogos de carro como Asphalt 8 e 9 ele conseguiu rodar até liso com uma taxa de 30 fps o mesmo desempenho foi alcançado no jogo Injustice 2. O melhor desempenho dele foi no jogo Subway Sufers, rodando a 60fps e o pior foi jogando PUBG Mobile rodando em apenas 23 fps.

O que não agrada tanto nele não é nem o gerenciamento que o processador da MediaTek faz da memória RAM e sim na demora para abrir os jogos, o que nos leva a ideia que os processadores da Qualcomm são superiores nesse sentido. Mas se você não é um gamer dos mais exigentes então esse smartphone pode sim lhe atender.

O ideal é que você reduza o máximo possível das configurações de vídeo para poder usar com mais fluidez e jogar sem ter que passar raiva com travamentos e legs.

Xiaomi Redmi Note 7

Lançado também em 2019 Xiaomi Redmi Note 7 é um smartphone com uma configuração bem interessante e com um valor não tão alto. Seu preço de mercado está cerca de R$1.200,00 um valor razoável frente a sua configuração, sendo assim estamos falando de um celular intermediário Premium da empresa chinesa.

Sua tela é uma IPS LCD de 6.3 polegadas com resolução de 2340×1080 pixels e densidade de 409 ppi, 16 milhões de cores e proteção Gorilla Glass 5, ter uma tela desse tamanho e com essa resolução ajuda bastante na experiência de jogo, a bateria é muito boa são 4mAh, o que dá várias horas de jogo, quase 5 para ser mais precisamente.

Mas se é de jogo que estamos falando então vamos falar sobre o poder de fogo nesse sentido. A versão que estamos trazendo aqui é a de 3GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno expansível até 256GB, mas também existe as versões com 4GB de memória RAM. Seu processador é o Qualcomm Snapdragon 660 sendo 4x 2.2 GHz Kyro 260 + 4x 1.8 GHz Kyro 260 e a GPU é uma Adreno 512. Sua taxa de Download máxima é de 600mbs e 150mbs de upload.

Esse processador é tido como um novo 625 também da Qualcomm, e conhecido por consumir bastante energia, mas isso não é de fato um problema. Alguns jogos como Arena of Valor roda muito bem se estiver rodando a 60 fps, ou seja, roda liso com uma estabilidade de 99%.

Asphalt 9 rola liso com as configurações no máximo, porém assim como outros jogos tipo Free Fire, PES2019, Standoff 2 para se ter uma experiência melhor e que jogo rode mais liso, o ideal é que as configurações sejam diminuídas para evitar os famosos “legs”.

Outros jogos nessa linha vão rodar sim e a depender da configuração você não terá problemas nenhum, então se você não possui um orçamento generoso para investir num celular com mais “poder de fogo” então apostar nesse modelo do ano passado vai te deixar bem satisfeito.

Sansumg Galaxy J8

Esse modelo da Sansumg foi lançado em 2018 e é mais um da família J, linha de intermediários da empresa, mas que não fazem feio quanto a funcionalidade. O Sansumg Galaxy J8 possui configurações rezoaveis com um valor de mercado que está na casa dos R$1.400,00.

Temos uma tela Super AMOLED de 6 polegadas, com uma resolução de 1480×720 e uma densidade de pixels de 274ppi. Sua bateria é de 3.500 mAh, assim como no modelo da LG apresentado aqui. A taxa de download é de 300mbs e apenas 50mbs de upload, mas vamos para o que interessa e falar de memória e processamento.

Ele vem com 64GB de memória interna podendo ser expandida até 256GB via microSD. São 4GB de memória RAM o que é bem interessante, seu processador é um Octacore Qualcomm Snapdragon 450 com 1.8GHz. Esse hardware é idêntico ao que encontramos no Galaxy A6 também da Sansumg.

Ele roda uma boa gama de jogos, mas para rodar liso você precisará abrir mão das configurações full da grande maioria de jogos. Começando pelo PUGB saiba que você terá que baixar para configurações mínimas se quiser ter uma experiência tranquila de jogo, porque numa configuração mediana ele roda a 29 fps mas com quedas e ninguém vai querer perder uma gun figth, não é mesmo?

Já o concorrente Free Fire se saiu melhor, apesar de algumas quedas ele roda a 53fps, ou seja, se você baixar um pouco mais a configuração ele vai rodar melhor e diminuir muito as quedas ou até mesmo sumir com elas. De carro destacamos o desempenho no Asphalt 8, ele roda com as configurações no máximo, mas é só, roda, então você terá que baixar um pouco as configurações para que ele rode mais liso.

Já o PES2018 ele roda liso e com uma autonomia de bateria de cerca 8 horas de jogo, então pode segurar as configurações e marcar diversos golaços. Baixando um pouco as configurações dá pra rodar numa boa o 2019 também. Se você é um usuário mais exigente então seria mais interessante procurar um outro smartphone para seus jogos, mas caso não seja essa pessoa então pode comprar.

Motorola Moto G9 Play

Chegamos ao modelo mais recente de nossa lista, lançamento da Motorola o Moto G9 Play. Ele é a versão mais “básica” da família moto G9, mas com uma boa configuração para sua faixa de preço, que mostra que ele não é tão básico assim, ele está cerca de R$1.500,00 em média.

Temos uma tela IPS LCD de 6.5 polegadas, 16 milhões de cores numa resolução de 1600×720 pixels com uma densidade de 269 ppi. Sua bateria é a maior de nossa lista já que possui 5000mAh, uma bateria de respeito. São 64GB de memória interna expansível até 256GB via MicroSD.

Ele vem equipado com um processador Octacore de 2GHz da Qualcomm o Snapdragon 662, GPU Adreno 610 e 4GB de memória RAM. Ele tem uma taxa máxima de download de 600mbs e de upload 150mbs. Para começar a falar de jogos, vamos começar pelo PUGB Mobile, ele rodou liso no modo balanceado nas suas configurações, com uma taxa de 32 à 33 fps, agora se subir as configurações teremos uma queda na quantidade de frames. No Asphalt 9 se usadas as configurações no máximo veremos nitidamente uma queda na quantidade de frames, apesar de não haver travamentos no jogabilidade, seria mais interessante reduzir um pouco as configurações para uma melhor experiência visual.

Outro jogo testado foi Fortnite e o Moto G9 Play também deu conta do recado, as configurações estavam médias, com 30 fps e rodou muito bem sem travamentos, legs e afins. Para forçar ainda mais ele foi testado no Call Of Duty com as configurações todas no máximo e ele também não fez feio, rodando muito liso mesmo nas configurações máximas.

O que ajuda bastante esse smartphone é o fato de termos aqui uma versão quase pura do Android, o que já um marca da empresa e os testes feitos nele podem se estender para outros jogos como PES, Fifa, Injustice e afins que você não vai ter dores de cabeça.

Chegamos ao final de nossa lista e espero que as dicas aqui apresentadas possa lhe ajudar de alguma forma, é claro que existem outros modelos que podem rodar alguns de seus jogos preferidos e que não entraram na lista, ela não se trata de smartphones preferidos, mas alguns com preços e marcas variadas. E caso queira mais dicas clica aqui e aproveita!

Sobre o autor

Paulo Canuto

Estudante de jornalismo, apaixonado por comunicação, música, cultura pop e tecnologia.

Ver todos os artigos