O consumo de jogos eletrônicos aumenta a cada ano e são raros os lares que não possuem um console (aparelho no qual os jogos são controlados e armazenados).

De acordo com a empresa de consultoria Newzoo, estima-se que em 2019 o mercado mundial de games gerou uma receita de US$ 152 bilhões, sendo que o Brasil atualmente é o líder latino-americano e ocupou a 4ª posição no ranking mundial do mercado de jogos digitais em 2017, perdendo apenas para os Estados Unidos, China e Japão.

Ao comprar um videogame é preciso levar em conta quais requisitos estão sendo buscados. Seja uma excelente imagem, jogos exclusivos, conectividade para jogar partidas multiplayer, design do hardware, armazenamento online ou a possibilidade de utilizar o chat durante as partidas.

De modo a auxiliar a sua escolha, nós da Vigia de Preço, montamos uma lista com os melhores consoles de videogames para 2020, confira abaixo:

Xbox One X

Este console, possui uma resolução máxima de 4K (2160p), estrutura com dimensões de 299 x 238 x 60 mm, 3,8kg, CPU Octa-core x86 (2.3 GHz) GPU AMD (customizado) 40 Compute Units, 6 TFLOPS e utiliza o sistema operacional Windows 10. A memória interna é de 1 TB e a RAM tem 12 GB GDDR5, dispõe de uma porta para rede cabeada Ethernet, 1 entrada HDMI, recurso de vídeo HDR10, fonte de alimentação universal e cabo HDMI. Dispõe da mesma biblioteca de games do Xbox One, porém o gráfico de alguns jogos são otimizados. Também possui a possibilidade de aderir ao Gamepass (serviço que disponibiliza diversos games). Até o momento é considerado o console mais potente do mundo.

Playstation 4 Pro

O Playstation 4 Pro, tem o processador AMD Jaguar de 2,1 GHz, 8GB de memória RAM DDR5 e uma GDU AMD Polaris com 4,2 TFLOPS. Também dispõe de imagem em resolução 4K. Seu hardware é um pouco inferior ao do seu concorrente mencionado acima e não possui o serviço Gamepass. Outro ponto a ser considerado é o preço, pois este console custa um pouco menos que o Xbox One X e aproximadamente o dobro de seu antecessor (Playstation 4 Slim). Mesmo com essa diferença, ele não utiliza sua capacidade em todos os games disponibilizados pela biblioteca. Outro ponto a ser considerado é que para utilizar a imagem em 4K, é preciso ter uma TV com resolução compatível.

Nintendo Switch

Seu diferencial é que pode ser usado como console de mesa ou portátil, sua capacidade de armazenamento de dados é de 32GB, portanto, é necessário um cartão SD para conseguir salvar o progresso das partidas e contém jogos exclusivos. Outra diferença em relação aos seus concorrentes é que seus controles joysticks podem ser desencaixados e usados separadamente bem como atrelados a um gadget. O Nintendo Switch possui um processador system on a chip (SOC) baseado em ARM com um chip Tegra, o mesmo sistema usado em tablets e smartphones, fabricado com exclusividade pela NVIDIA. Embora este seja um console barato, os jogos podem ter um preço um pouco elevado, O motivo para que isso aconteça, pode ser pelo fato de que a Nintendo não atue no Brasil.

Xbox One S

Atualmente este é o console de última geração mais barato do mercado. Possui um design moderno e dispõe dos mesmos jogos do Xbox One X com serviço Gamepass. Os controles funcionam com pilhas ou baterias recarregáveis. Suas dimensões são de 292 × 229 × 63.5 mm, 2,9kg, seu sistema operacional é o Windows 10, CPU 1.75 GHz AMD Jaguar (Octa-core) GPU 1.4 TFLOPS, 12 Compute Units, 914 MHz, 2 TB, 8 GB DDR3 de memória RAM + 32 MB eSRAM. Conexão wireless via Wi-Fi, 1 porta de entrada Ethernet (10BASE-T, 100BASE-TX, 1000BASE-T) e 1×HDMI, óptico, 2× USB 3.0, AUX. Sua resolução máxima é de 4K(2160p)/HDR, mas é necessário utilizar um Upscaling (tecnologia utilizada em televisores e reprodutores para simular a imagem em uma resolução mais alta que a original) para funcionar.

Playstation 4 Slim

Devido ao fato deste console ainda ser o mais vendido no mundo, há forte possibilidade de encontrar amigos para jogar online. Em se tratando de qualidade gráfica, o Playstation 4 Slim empata com seu concorrente Xbox One S. Possui exclusividade de games consagrados no mundo todo como, God of War, Uncharted e The Last of Us.

Suas dimensões medem 288 × 265 × 39mm, 2,1kg, utiliza o sistema operacional Orbis OS, CPU 1.6 GHz 8-core AMD Jaguar e GPU 1,84 TFLOP AMD Radeon (18 Computer Units, 800 MHz). A memória interna pode ser de 500 MB, 1 TB ou 2 TB, possui uma RAM de 8 GB GDDR5 (compartilhado). Conexão wireless, rede cabeada e portas 3× USB 3.1, gigabit Ethernet, 1 × PS Camera, optical audio e HDMI 2.0. Este console também conta com a tecnologia HDR (High Dynamic Range), técnica oriunda da fotografia que combina várias imagens com quantidades de luzes diferentes, tornando-as mais nítidas.

Nintendo Switch Lite

 O próximo console da lista é a versão anterior do Nintendo Switch, sendo somente portátil, ou seja, não é possível conectá-lo à TV e outros gadgets, porém, possui os mesmos jogos de sua versão atual. Suas dimensões são de 91,4 × 208,3 × 14 mm, 276g e o tamanho da tela é de 5,5 polegadas. Possui o sistema operacional Horizon, CPU SoC NVIDIA Tegra personalizado, GPU GeForce ULP. A memória interna é de 32 GB e contém 4 GB de memória RAM. A conexão é wireless, Wi-Fi ac, Bluetooth 4.1 e áudio Estéreo. Sua resolução máxima é de 720p e o tempo de duração da bateria é de até 7 horas.

New Nintendo 3DS XL

Este console é retrátil, com duas telas, conta com a tecnologia gráfica 3D que pode ser desabilitada. Seu design possui uma ótima ergonomia e é possível ter acesso aos jogos clássicos das franquias da Nintendo como, Pokémon Ultra Sun, Pokémon Ultra Moon, Super Smash Bros 3DS, Super Mario Kart 7, Mario 3D Land entre outros. Seu processador principal é o ARM11 dual-core a 533 MHz, possui 256 MB de memória RAM, processador gráfico DMP PICA 200 Lite (dual-core) a 266 MHz e memória de vídeo (VRAM) 10 MB. Por se tratar de um modelo de console mais antigo, pode ser difícil de encontrá-lo a venda.

A conclusão que se pode chegar, é que o melhor console para videogame varia de acordo com a demanda do consumidor e do tipo de experiência que ele pretende extrair ao jogar. Há aqueles que preferem os games clássicos e outros, os mais modernos. De acordo com a 19ª Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia da PricewaterhouseCoopers (PwC), estima-se que o mercado de Games no Brasil terá um crescimento de 5,3% até 2022. Isso significa que o país ainda é emergente e aos poucos vem conquistando espaço junto às líderesno ramo.