Quem trabalha usando a criatividade, como designers e arquitetos, por exemplo, é essencial ter uma mesa digitalizadora para otimizar o tempo e deixar o trabalho mais prático. Será? Vale a pena comprar?  

Alguns motivos para comprar uma mesa digitalizadora:

Precisão e ergonomia: mesmo experts não possuem habilidades para escrever uma frase no mouse, por exemplo, já a caneta digital se torna algo natural, já que se parece com a tradicional.  Elas tornam o uso ergonomicamente mais fácil que qualquer mouse.

Mapeamento da tela: Quando usamos o mouse, é preciso clicar em cada ponto da tela quando desejamos produzir algo. Já a mesa funciona como um mapa da tela; se mover a caneta, o cursor se moverá também, facilitando o uso.

Touch: Uma funcionalidade das mesas é ligar ou desligar o botão de touch. Com isso, é possível utilizar essa função em uma criação de um projeto, como também para acessar outros aplicativos ou navegar na internet, por exemplo.

Sensibilidade à pressão: Isso simplesmente não existe nos mouses. Já as mesas possuem opções podendo alterar completamente o resultado do trabalho.

Atalhos: as mesas e canetas possuem muitas opções de atalhos para inúmeras funções, basta escolher quais te atraem mais.

Agilidade: trabalhar com a mesa é muito mais rápido pelas opções de funções que ela apresenta, além do movimento natural ao utilizá-las.

Sem bateria: se optar pelas canetas Wacom, por exemplo, não terá necessidade de recarregar ou troca as pilhas.

Como escolher a melhor mesa digitalizadora?

Apesar de parecer simples, é preciso ficar de olho em alguns detalhes antes de fazer a sua aquisição, como tamanho, resolução, pontos de pressão, etc.

Escolha o tamanho ideal: o tamanho da mesa deverá ser escolhido de acordo com o quanto você poderá gastar na compra, do seu tipo de trabalho, e claro, do espaço que você tem disponível na sua mesa de trabalho.

Mesas pequenas ou médias: são mais baratas e boas para trabalhos mais simples com imagens e escritas. Elas costumam ter de 12 a 15 cm de largura. As médias já variam de 20 a 30 cm de largura, oferecendo mais espaço para trabalhar, além de mais funções.

Mesas grandes: são mais caras e exigem mais espaço, porém são excelentes para trabalhos precisos. Elas possuem entre 30 cm e 40 cm de largura. A vantagem dessa mesa é que seu tamanho se aproxima da tela do monitor, facilitando o trabalho, mas algumas pessoas podem achá-la cansativa.

Vai fazer trabalhos mais precisos? Verifique a área ativa, a resolução e os níveis de pressão da mesa!

O número de níveis de pressão da mesa define o quanto ela detectará os diferentes níveis de força do traço. As mesas disponíveis no mercado costumam ter de 300 a mais de 8000 níveis. É desenhista? Quanto mais níveis, melhor.

Resolução: quanto maior, melhor e mais realista será o traço

Ela é dada em Linhas por Polegada, definindo a quantidade de partes do seu traço que a mesa é capaz de detectar dentro de cada polegada, ou seja, quanto mais LPIs, mais natural o traço ficará.

Os melhores modelos possuem resolução de cerca de 5000 LPIs, mas se seus desenhos são mais simples ou se você vai usá-la para edição de fotos, 2000 LPIs já está bom para começar!

Área ativa: escolha um tamanho próximo ao do seu monitor

Aqui é o espaço real onde você irá trabalhar. Quanto mais próxima à área ativa for do tamanho do seu monitor, mais fácil será para ter noção de espaço, mas claro, uma área ativa grande significa que a mesa também será grande, então tome cuidado nessa parte!

Mesa digitalizadora com tela ou sem? Depende do tipo de trabalho que fará

A maioria das mesas não possui tela, mas no mercado existe também mesas digitalizadoras com tela. Esses modelos costumam ser bem mais caros e pesados, porém oferecem mais qualidade e precisão. Muitos ilustradores gostam desse estilo de mesa.

Mesa digitalizadora com tela

Mesas e canetas com botões: você pode programar e otimizar o trabalho

Alguns modelos de mesas possuem botões personalizáveis. O mais comum em canetas é programar os 2 botões para executarem as mesmas funções de um mouse. Já os botões da mesa podem ser para zoom, voltar ou avançar, apagar… O que facilitar no seu trabalho.

Mesa digitalizadora e caneta com botoes

Vamos à lista:

Huion 420

Para quem está iniciando as atividades no mundo do design e está se encontrando e querendo gastar pouco, a mesa Huion 420 é uma boa opção.

Sua performance é bem básica e a área ativa é super pequena, o modelo é realmente para iniciantes. Diferente de outras canetas, a da Huion funciona através de bateria, ou seja, você precisa recarregá-la de tempos em tempos.

Sua resolução é maior que a concorrente Wacom.

Especificações:

Área ativa: 101,6 x 56,6 mm

Níveis de pressão: 2048 (somente na caneta)

Resolução: 4000 lpi

Compatibilidade: Windows e Mac

Wacom One CTL472

Boa mesa para iniciantes, a Wacom One é excelente para quem está começando, mas quer uma mesa melhor que a citada anteriormente. Ela possui boa qualidade, sendo um equipamento muito durável.

Sua performance também é básica, além de também apresentar uma área ativa pequena, porém é possível realizar muitas tarefas com boa qualidade.

Especificações:

Área ativa: 152 x 95 mm

Níveis de pressão: 2048 (somente na caneta)

Resolução: 2540 lpi

Compatibilidade: Windows e Mac

Wacom One CTL472

Huion Inspiroy H950P

Sendo uma intermediária com bom custo-benefício, a Huion Inspiroy é bem-conceituada fora do Brasil, oferecendo produtos de ótima qualidade, porém, é exatamente esse o risco de adquirir o equipamento caso dê algum problema e você precise levar na assistência técnica.

Seu reconhecimento de inclinação não é tão eficiente, mas sua qualidade passa a sensação de durabilidade.

Especificações:

Área ativa: 221 x 139 mm

Níveis de pressão: 8192

Resolução: 5080 lpi

Compatibilidade: Windows e Mac

Huion Inspiroy H950P

Wacom Intuos CTL6100

A Wacom Intuos CTL6100 é uma excelente mesa intermediária. Em termos de performance ela faz um ótimo trabalho. São quatro botões físicos editáveis, sendo úteis durante a edições. Ela pode ser utilizada sem cabos – sua bateria dura cerca de 15 horas de funcionamento.

Especificações:

Área ativa: 216 x 135 mm

Níveis de pressão: 4096

Resolução: 2540 lpi

Compatibilidade: Windows e Mac

Wacom Intuos Pro PTH860

Se você já é uma expert da área, então a melhor opção para você é o modelo Pro PTH860. Ela traz muito conforto na utilização, mas também ocupa bastante espaço na bancada de trabalho. São quatro botões físicos editáveis além do menu radial – que você também pode personalizar.

Ela possui reconhecimento de inclinação, além de grande quantidade de níveis de pressão.

Especificações:

Área ativa: 311 x 216 mm

Níveis de pressão: 8192

Resolução: 5080 lpi

Compatibilidade: Windows e Mac

Após passar pela lista nós podemos concluir que ter uma mesa digitalizadora vale muito a pena, mas que o modelo dependerá do seu estilo de trabalho. Analise as especificações com calma e escolha a que se encaixa melhor no seu dia a dia!