A falta de empregos formais no Brasil fez com que o número de pessoas que seguiram a profissão de motoristas e entregadores por aplicativos crescesse nos últimos anos. Porém, para exercer essa atividade, além de ter um meio de transporte, é preciso ter, no mínimo, um celular com Android ou IOS para conseguir instalar o app.

Apesar de não exigir muito, alguns profissionais ficam em dúvida sobre qual celular investir para começar na profissão, por isso, separamos algumas dicas de como escolher e alguns modelos bons para você mandar bem no dia a dia. Vale ressaltar que separamos aparelhos um pouco mais baratos, já que é um trabalho que expõe muito o celular e ter um smartphone muito atrativo pode acabar chamando a atenção.

Como escolher um celular para trabalhar por aplicativo?

Sistema operacional: Como dissemos, um dos requisitos para baixar os aplicativos é ter um sistema operacional Android ou IOS mais atual. Dentre os aplicativos mais populares, é exigido no mínimo o Android 4.4 ou superior, exceto a Uber que exige da versão 5.0 em diante. Já no caso do IOS, é exigido no mínimo a versão 10.0, 12.0 ou superior.

Armazenamento razoável: Uma outra característica que você deve observar é a memória de armazenamento do aparelho. Os aplicativos em si não ocupam muito espaço, têm menos de 100 MB os que são para Android e menos de 350 MB os voltados para IOS, mas levando em consideração que você vai ter outros aplicativos no seu aparelho, é bom não ter um armazenamento muito pequeno para não causar transtornos.

Memória RAM: Para que seu aparelho tenha um bom desempenho durante as corridas e não apresente travamentos ou outros problemas no sistema, invista em um celular com uma quantidade razoável de memória RAM, o ideal é que tenha no mínimo 2 GB.

Bateria duradoura: Geralmente, motoristas e entregadores que trabalham por aplicativo têm uma jornada diária bem longa e precisam estar a todo momento conectados à internet e com o GPS ativo. Por isso, escolha um aparelho que tenha uma bateria com uma duração razoável e consiga suportar boas horas de trabalho.  

Preço: Um celular com as melhores configurações, obviamente, tem um valor mais alto. Porém, como a profissão exige um smartphone, e muitas vezes os profissionais ficam à mercê de assaltantes, não vale a pena investir em um aparelho muito caro, pelo menos não para o trabalho. A dica é que você invista em um celular com boas configurações, mas que tenha um valor mais baixo, já que esses aplicativos não exigem um desempenho muito grande.  

Agora que você já sabe o que analisar na hora de escolher, confira os 5 melhores modelos de celular para trabalhar com Uber, Ifood, 99, Rappi e outros aplicativos de transporte de passageiros e entregas:

Samsung Galaxy A01

Se o que você busca é um celular com bom desempenho para trabalhar com aplicativos por um preço mais em conta, o Samsung Galaxy A01 pode ser uma boa opção para você. Ele não possui nenhuma configuração muito avançada, mas ainda assim consegue entregar um bom trabalho.

Acompanhado por um processador Snapdragon 439, o Galaxy A01 possui uma tela do tipo PLS TFT de 5.7”, 2 GB de memória RAM, 32 GB de armazenamento e uma bateria de 3.000 mAh, nada muito extraordinário, mas suporta algumas horas de trabalho com a internet ligada.

As câmeras não são o foco de um profissional que trabalha com aplicativos, mas se você também gosta de fotografar com o seu aparelho, esse modelo possui câmera traseira dupla de 13 MP + 2 MP e uma frontal de 5 MP, ambas com gravações em Full HD.

Uma característica bem legal para quem não pode ficar pegando no aparelho a todo momento, é o desbloqueio facial que o modelo oferece. Assim, você consegue ter acesso ao seu celular mais rapidamente sem a digital ou outro tipo de senha. 

LG K22 Plus

Lançado no Brasil, o LG K22 Plus tem boas configurações e custa menos de R$ 1 mil. Um dos pontos fortes dele é a certificação militar que possui, garantindo que ele seja resistente a temperaturas extremas, quedas, vibrações e umidade, fator super importante para quem precisa usar o celular o dia todo, estando sujeito a quedas e a outros impactos.

Assim como o A01 da Samsung, a bateria desse modelo também é de 3.000 mAh e as câmeras traseiras são de 13 MP + 2 MP e a frontal de 5 MP, com gravações em Full HD em ambas. As diferenças ficam por conta de outras especificações, como 3 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento, processador Snapdragon 215 e tela LCD de 6.2” em HD+.

Motorola Moto E6S

Com armazenamento opcional de 32 GB ou 64 GB, o Motorola Moto E6S garante fazer um bom trabalho no dia a dia. Ele possui 2 GB de memória RAM, tela do tipo IPS LCD de 6.1”, processador Helio P22 e bateria de 3.000 mAh. As câmeras também valem ser citadas, são duas na traseira, de 13 MP + 2 MP, e uma na parte frontal, de 5 MP, ambas fazem gravações com resolução Full HD.

Como os outros modelos que citamos, ele não é um celular com o melhor desempenho possível em smartphones, mas consegue entregar bons resultados se for destinado a trabalhos por aplicativo.

Motorola Moto G8 Play

O Motorola Moto G8 Play é o melhor da nossa lista no quesito bateria, ele tem 4.000 mAh e um sistema de carga rápida para que seu celular fique mais tempo longe da tomada. A tela dele é uma MAX Vision de 6.2” em HD+, a memória RAM é de 2 GB, e a de armazenamento é de 32 GB, já o processador é um MediaTek Helio P70M.

Para quem gosta de tirar fotos: esse modelo possui câmera tripla na parte traseira, de 13 MP + 8 MP + 2MP. E na parte frontal a câmera é de 8 MP, com gravações em Full HD em ambos os sensores.

iPhone 7

Finalizamos a nossa lista com um aparelho que não é necessariamente barato, mas que é uma boa opção para quem faz questão de investir em um smartphone da Apple: o iPhone 7. Com diversas cores disponíveis, ele possui uma tela retina HD de 4.7”, processador A10 Fusion, 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento, mas você pode optar por 128 GB ou 256 GB de memória, que, consequentemente, deixam os celulares mais caros.

A câmera traseira tem 12 MP com gravação de vídeos em 4K, e a frontal possui 7 MP com gravações em Full HD.

Vale ressaltar que a bateria não é o ponto forte dos iPhones, a desse modelo possui apenas 1960 mAh, então, o tempo com ele na tomada vai ser maior do que os outros modelos. É aconselhável que você coloque na balança os pontos fortes e fracos desse aparelho antes de efetuar a compra. 

Esperamos que essas dicas tenham te ajudado a encontrar o aparelho ideal, e que algum desses modelos consiga atender às suas necessidades. Não deixe de passar no nosso blog para conferir outras dicas super bacanas.

Quer o celular para as redes sociais? A gente separou os 7 melhores celulares para Instagram.

Sobre o autor

Thamires Ribeiro

Jornalista formada pela Universidade Federal de Alagoas, com expêriencia em Webjornalismo, Assessoria de Imprensa e Marketing de Conteúdo.

Ver todos os artigos