Prestes a chegar no verão, a temperatura tem passado dos 30 graus! Enquanto muitos aproveitam tomando um sorvete ou se refrescando em uma piscina, outros preferem ficar em frente ao ventilador… ou o ar-condicionado é muito melhor? 

Antes de tudo, você precisa entender as diferenças de cada eletrodoméstico, analisando suas vantagens e desvantagens:

Ventilador 

O ventilador não resfria o ar, mas faz com que ele circule rápido, produzindo vento. Ele é mais barato, gasta menos energia e tem diferentes opções, como os de tetos – fixos – e os comuns, que podem ser pequenos ou grandes. Vamos às vantagens e desvantagens dele:

Vantagens: 

Pode adquirir um modelo por um preço bem acessível;

A maioria dos modelos não necessitam de instalação, ou seja, basta conectá-lo na tomada;

Seu consumo de energia é relativamente baixo, mesmo que fique ligados por muito tempo;

Quase não há manutenção porque seu funcionamento é bem simples;

É mais leve e prático do que o ar-condicionado portátil, podendo ser carregado com facilidade de um cômodo para o outro. 

Desvantagens:

Apesar de ajudar, em muitos casos ele acaba ‘atrapalhando’. Quando esquenta e o ar fica quente ele acaba circulando esse ar, passando a não ter tanto efeito;

Ele circula o ar que está dentro do ambiente, ou seja, se estiver muito pó, poderá ser prejudicial à saúde.

Ar-condicionado

Diferente do ventilador, que venta, o ar-condicionado refrigera. Além do alto preço de aquisição do aparelho e da instalação, o consumo de energia elétrica é bem caro. E há também o fato de que ele resseca o ar, sendo prejudicial para quem possui problemas alérgicos ou respiratórios. 

Vantagens:

Por mais quente que esteja, ele resolve totalmente o problema do calor, retirando o ar quente do ambiente e trazendo o ar de fora, refrigerando-o antes de soprá-lo para dentro;

Muitos modelos possuem um ‘purificador de ar’, sendo mais puro e natural que o próprio ventilador;

É melhor para dormir, pois a temperatura não irá oscilar durante a madrugada, evitando o choque térmico causado também pelo ventilador.

Desvantagem 

A conta de energia pode subir muito, podendo até duplicar;

Ele resseca o ar dependendo do modelo, então pode ser prejudicial à saúde; 

Sua instalação e manutenção são bem mais complexas que as do ventilador;

Mesmo comprando o modelo portátil, ele é mais pesado e difícil de carregar do que o ventilador tradicional.

Agora vamos à lista! Decidiu comprar um ventilador? Legal. Mas qual o modelo? 

Ventilador Maxi Power – Mondial

Quer um ventilador para cômodos grandes? Então esse é uma ótima escolha!  Ele é prático, fácil de usar e vem com 03 velocidades. O modelo promete muito mais vento e menos barulho. Ele tem segurança e vem com grades desmontáveis, facilitando a limpeza. Seu peso é de apenas 2,4 kg, a hélice é de 40cm, sendo 06 pás. O ventilador ainda vem com botão para ajustar a inclinação. 

Observe a Vazão de Ar: quanto mais alta, mais vento! Mas o que é isto? É o volume de ar que é movimentado pelo ventilador, dependendo basicamente de: número de pás, tamanho das pás e potência do motor.

Ventilador Turbo 40 Inox – Britânia 

Esse o famoso ventilador de coluna. Seu tamanho vai de 110 a 140 cm, sua potência é de 60 W e sua hélice tem 40 cm. Ele fornece uma vazão de ar mais baixa, porém funciona bem nos dias menos quentes.

Ventilador Maxi Power V-45 – Mondial 

Quer economizar, mas ainda assim comprar um ventilador bacana? Então o modelo V-45 da Mondial é para você. Sua hélice tem 40 cm e ele possui 80 W, garantindo uma vazão de ar maior que outros modelos com preço similar. Ele possui 62,5 cm e 03 pás. 

Ventilador Maxi Power V-45

Ventilador Air Timer TS – Mallory 

Com excelente custo-benefício, esse ventilador de coluna vem com controle e timer – um dos únicos no mercado! Seu temporizador pode ser programado para desligar o aparelho em até 7 horas. Com vazão de ar alta, ele é bem potente, possuindo 126 W. Seu tamanho vai de 110 a 130 cm e ele possui 06 pás. 

Ventilador Silence Force – Arno

Com alta vazão de ar e um ótimo preço, o ventilador da Arno – um dos mais vendidos no País –  foi inspirado em turbinas de avião, tendo um motor potente (126 W), mas garantindo um nível de ruído baixo.

Sua velocidade média consome 20% menos energia quando comparada à velocidade alta. Ele vem com 06 pás e possui 65 cm de altura, sendo que sua hélice tem 40 cm. 

Agora vamos à lista de ar condicionado:

Ar condicionado Dual Inverter 10000 BTUs – LG

Um dos maiores problemas na compra de um ar condicionado é o preço da conta de energia no fim do mês, afinal, o gasto é bem alto, mas o modelo Dual da LG promete economizar 70% de energia e refrigerar o ambiente 40% mais rápido do que um aparelho tradicional.

Ele é compatível com o Google Assistente e Alexa, podendo controlá-lo por comando de voz. Além de vir com filtro lavável e removível, o aparelho tem um aviso luminoso que acenderá quando realmente precisar ser limpo.

Ar condicionado CCM12D 12.000 BTUs – Consul

Por que comprar um ar condicionado que apenas resfria, quando se pode comprar um que também esquenta? O modelo da Consul foi feito para ser usado o ano todo! Ele vem com sistema mais eficiente de distribuição de ar e aletas espirais. Com o selo A, você conseguirá economizar energia, além de impedir a proliferação de bactérias e fungos no ambiente com o Filtro Consul de proteção ativa.

Ar Condicionado Portátil 11.000 BTUs – Philco

Finalizando nossa lista, trouxemos o famoso ar condicionado portátil. Como o modelo anterior, esse também tem a possibilidade de garantir uma temperatura quente para quando chegar o inverno. Com potência de 11.000 BTUs, ele funciona melhor em ambientes menores, de 12m². Possuindo a função Timer, você poderá programar o tempo de funcionamento em até 24 horas!

Ventilador de mesa e de teto, ar condicionado comum e portátil… qual você se identificou mais? Analise bem as vantagens e desvantagens, além das marcas, e claro, do seu bolso. Boas compras!

Sobre o autor

Jade Ribeiro

Jornalista, fotógrafa, blogueira e leitora assídua.

Ver todos os artigos